terça-feira, 26 de julho de 2011

;)



Conversando com um amigo, perguntei.

- Como vai?

- Como vem?

Saudoso ele responde:

- A mulher foi ver a mãe e levou junto nossa filha, estou aqui, querendo estar lá. Saudade.

Soltei com um abraço, que eu em seu lugar, gostaria de receber

- Faça um favor aos dois, manifeste esse desejo. Afinal não é feio dizer que ama.

Ame.

;)

segunda-feira, 25 de julho de 2011

23s10

O que podemos fazer em 23s 10'' ?






Ganhar um mundial?
Uma medalha de ouro?
Conquistar a esperança?
Mostrar ao mundo por que viemos até aqui?

Pergunte ao Cielo e comemore com ele.

Ele é nosso.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

O que é pensar em morrer ?




video

Um vídeo recebido por e-mail, bonito para pensar sobre o quê realmente temos que valorizar em nossas vidas.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Que tal um abraço ?


Na pessoa mais especial da sua vida. Você!

Feliz dia do Amigo

Jogo da Vida.





Quando garoto gostava de me arriscar nos tabuleiros e foi assim que conheci o Jogo da vida, sem saber o verdadeiro sentido de jogar, arriscava-me e comemorava o que não era capaz de compreender. A cada casa (do tabuleiro) avançada uma sensação de euforia como se cada realização ali apresentada fosse destinada sempre a tal:

“FELICIDADE”.


Os anos correm e trocamos os dados ( do jogo) por trabalho e responsabilidades.  Lembro uma vez que girei a roleta no jogo da vida e ganhei quatro filhos. Uau! Há duas casas atrás eu havia acabado de casar com uma pessoa que nem conheço, mas já havia jogado o dado e ganhei uma carta e como num passe de mágica “Tcharammmmm”: Veio você mulher invisível e agora mãe de quatro pinos (Lembram que os filhos eram pequenos pinos?). Pois bem, tudo se resumia a girar a roleta e esperar o próximo passo. Assim eram com os estudos, investimento, amigos e família.

No jogo da vida (tabuleiro), não havia problemas de saúde, saudades, expectativas, frustrações e medo. Tudo era apenas uma questão de dar certo ou não. E lógico, ter sorte ao girar a roleta.

-Era mais fácil?

-Talvez.

-Melhor?

-Não.

A nossa vida é um milagre tão incrível que fazer dela um destino de sorte ou acaso seria literalmente não “viver”.   E nessa vida real, nossas escolhas vão guiar o jogo de viver a vida. Ganhar ou perder é apenas uma questão de escolher ou ser escolhido.

- Sorte ou escolha?

- Viva.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Possui 11 letras



Classe gramatical de desapontado: Adjetivo
Separação das sílabas de desapontado: de-sa-pon-ta-do
Possui 11 letrasPossui as vogais: a e oPossui as consoantes: d n p s t     
A palavra Desapontado escrita ao contrário: odatnopased


Você pode ficar desapontado se fracassar, mas estará condenado se não se arriscar. Beverly Sills

Porco Dio



Sabe aquele filho que você viu tropeçando? Pois é. 

Ele aprendeu a andar de bicicleta e tá querendo voar.

Parabéns Giorgio, ficar entre os 4 melhores restaurantes ( Italianos)  de Vitória em menos de 1 ano merecem  um: Porco Dio!

Tapa na cara


Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência.
Acenando o tempo todo,
mostrando nossas escolhas erradas.
Fácil é ditar regras. Difícil é segui-las.
Ter a noção exata de nossas próprias vidas,
ao invés de ter noção da vida dos outros.


Carlos Drummond de Andrade

Estudar é sempre preciso.

ABRAS E FAAP REALIZAM AULA INAUGURAL DO 1º CURSO AVANÇADO DE MARKETING.

Participam executivos do setor supermercadista de diversos estados, como Santa Catarina, Rondônia, Minas Gerais, do interior do Estado e da capital paulista

Cursoum
Antônio Sá, coordenador e um dos docentes do curso, 
apresenta aos alunos os principais diferenciais do
curso, em aula inaugural
A Abras, em parceria com a FAAP - Fundação Armando Álvares Penteado, iniciou na manhã desta sexta-feira, 15 de julho, na sede da entidade, em São Paulo, as aulas do 1º Curso Avançado de Marketing para Supermercados.


Na abertura, o coordenador de Pós-Graduação em varejo e franquias da Faap e executivo do setor, Antônio Sá, destacou o diferencial deste curso. “Este curso dá passos à frente de qualquer outro convencional de marketing, não só porque é focado em marketing de varejo, mas porque aborda este tema com bastante profundidade, falando especificamente das peculiaridades deste setor.”


Sá acrescenta ainda que o curso irá trazer aos alunos ferramentas para que eles possam desenvolver ações de marketing em sua próprias lojas.“Nossa lojas não são produtos, são lugares. Como desenvolver estratégias de marketing para elas? Este é um dos pontos que vamos desmistificar e abordar com profundidade nas aulas.”

Cursoquatro
Executivos do setor supermercadista assistem à aula 
i
naugural do professor Sérgio Silva sobre marketing 
Cursocinco
Superintendente Tiaraju Pires: "curso oferece 
oportunidades de aperfeiçoamento de conhecimentos 
para os profissionais do setor"
Dentre os alunos, diversas expectativas. Com meta de expandir a rede de lojas do grupo Araújo, o gerente de marketing, Rodrigo Pires, esquece a distância entre Rondônia e São Paulo na hora de buscar aperfeiçoamento profissional. Com 29 anos de tradição, sete lojas nos Estados de Rondônia e Acre, com foco nas classes AB, a meta do grupo é abrir lojas de bairro e de shopping. “Estamos buscando neste curso de marketing para supermercados ferramentas para transformar nossas ideias em resultados. Sabemos que a operacionalização no ramo do supermercado é bem diferente de outros segmentos e o processo faz toda a diferença. Pude perceber que nosso objetivo está alinhado com o conteúdo que o curso está oferecendo”, conta Pires.



Vendo seus clientes serem atraídos por promoção de uma grande rede varejista que atua na capital paulista, a veterinária Tatiane Reis, do supermercado Freguesia, quer resgatar seus clientes. “Tínhamos uma ação de marketing chamada “terça e quarta-feira verdes” e esta rede, que focava na classe A e B, começou a ampliar seu público-alvo para as classes C e D e acabou roubando nossos clientes e a nossa campanha. Agora temos que buscar ferramentas para resgatar esses clientes”.  Localizado na zona norte da capital, o supermercado Freguesia tem área de 990 m2 e opera com sete check-outs.


A confiança nos cursos da Abras foi um dos motivos que trouxeram novamente a São Paulo o executivo da loja Vale Sul, Leandro Mendes Vasconcelos. “Participei da segunda turma do MBA Abras Gestão e Estratégia de Supermercados e a partir dele passei a ser fã dos cursos da Abras. Como este curso é realizado com aval da Abras e com uma instituição renomada, a Faap decidi fazê-lo.”


Vasconcelos conta ainda que está em busca de melhores estratégias de marketing para seu empreendimento, além da atual loja na cidade de Machado, cidade ao sul do Estado de Minas Gerais, ele deve inaugurar no final deste ano uma loja na cidade vizinha, Poço Fundo.


Nas boas-vindas aos alunos, o superintendente da Abras, Tiaraju Pires, falou sobre a forte atuação da entidade na capacitação profissional. “Há mais de dez anos a Abras desenvolve cursos voltados para a operação em lojas, por meio da Fundação, e há cerca de três anos oferece cursos para a gestão dos supermercados. Neste curso de Marketing também estão participando alunos que já concluíram os cursos de MBA. Nosso objetivo é oferecer mais oportunidades de aperfeiçoamento de conhecimentos para o setor supermercadista.”


O programa do curso abrange estratégia mercadológica, tendências e inovações no varejo, aprofundamento no comportamento do consumidor, e os principais aspectos mercadológicos como campanhas, promoções, preços, produtos, pontos de venda, localização e exposição.


O curso também conta com os professores Sérgio Silva, mestre em varejo pela USP e diretor do Núcleo de Inteligência de Varejo da Agência QG/Publicis, e Richard Vinic, mestre em Comunicação. A turma é formada por 15 alunos e o curso tem carga horária de 64 horas. 
 
Luciana MartinsRedação Portal Abras

segunda-feira, 18 de julho de 2011

O Segredo de Raul


Autor:  Max Gehringer
Durante minha vida profissional, eu topei com algumas figuras cujo sucesso surpreende muita gente.
Figuras sem um Vistoso currículo acadêmico, sem um grande diferencial técnico, sem muito networking ou marketing pessoal.
Figuras como o Raul.
Eu conheço o Raul desde os tempos da faculdade.
Na época, nós tínhamos um colega de classe, o Pena, que era um gênio.
Na hora de fazer um trabalho em grupo, todos nós queríamos cair no grupo do Pena, porque o Pena fazia tudo sozinho.
Ele escolhia o tema, pesquisava os livros, redigia muito bem e ainda desenhava a capa do trabalho - com tinta nanquim.
Já o Raul nem dava palpite. Ficava ali num canto, Dizendo que seu papel no grupo era um só, apoiar o Pena.
Qualquer coisa que o Pena precisasse o Raul já estava providenciando, antes que o Pena concluísse a frase.
Deu no que deu.
 
O Pena se formou em primeiro lugar na nossa turma.
E o resto de nós passou meio na carona do Pena que, além de nos dar uma colher de chá nos trabalhos, ainda permitia que a gente colasse dele nas provas.
No dia da formatura, o diretor da escola chamou o Pena de 'paradigma do estudante que enobrece esta instituição de ensino'.
E o Raul ali, na terceira fila, só aplaudindo. Dez anos depois, o Pena era a estrela da área de planejamento de uma multinacional.
Brilhante como sempre, ele fazia admiráveis projeções estratégicas de cinco e dez anos.
E quem era o chefe do Pena?
O Raul.
 
E como é que o Raul tinha conseguido chegar àquela posição?
Ninguém na empresa sabia explicar direito.
O Raul vivia repetindo que tinha subordinados melhores do que ele, e ninguém ali parecia discordar de tal afirmação.
Além disso, o Raul continuava a fazer o que fazia na escola, ele apoiava.
Alguém tinha um problema?
Era só falar com o Raul que o Raul dava um jeito.
Meu último contato com o Raul foi há um ano.
Ele havia sido transferido para Miami, onde fica a sede da empresa.
Quando conversou comigo, o Raul disse que havia ficado surpreso com o convite.
Porque, ali na matriz, o mais burrinho já tinha sido astronauta.
E eu perguntei ao Raul qual era a função dele.
Pergunta inócua, porque eu já sabia a resposta.
O Raul apoiava. Direcionava daqui, facilitava dali, essas coisas que, na teoria, ninguém precisaria mandar um brasileiro até Miami para fazer.
Foi quando, num evento em São Paulo, eu conheci o Vice - presidente de recursos humanos da empresa do Raul.
E ele m e contou que o Raul tinha uma habilidade de valor inestimável:...
Ele entendia de gente.
Entendia tanto que não se preocupava em ficar à sombra dos próprios subordinados para fazer com que eles se sentissem melhor, e fossem mais produtivos.
E, para me explicar o Raul, o vice-presidente citou Samuel Butler, que eu não sei ao certo quem foi mas, que tem uma frase ótima:
“Qualquer tolo pode pintar um quadro, mas só um gênio consegue vendê-lo”.
Essa era a habilidade aparentemente simples que o Raul tinha, de facilitar as relações entre as pessoas.
Perto do Raul, todo comprador normal se sentia um expert, e todo pintor comum, um gênio.
Essa era a principal competência dele.
 
“Há grandes Homens que fazem com que todos se sintam pequenos.
Mas, o verdadeiro Grande Homem é aquele que faz com que todos se sintam Grandes.”
- - - - - -
Reflita sobre isso!
Ótima Semana.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Run Ran

Chega a hora de correr. Que urbana esta minha vida, vejo os quilômetros passando e eu aqui em frente à esteira correndo no mesmo lugar. Ali uma janela de vídeo repete as emoções do vale a pena ver de novo. Que surreal esse momento (para não dizer que clichê).

 O sol massacra e faz um escarcéu de fogo na vida de quem anda com os próprios pés. E eu aqui no meu mundinho, correndo como se minha trilha fosse registrada no volume mais high do meu ipod que aleatoriamente toca as músicas que eu pedi para alguém colocar. Daqui a pouco devo sair correndo (novamente) para almoçar e voltar ao trabalho. E antes que eu perda esse olhar enquanto estou aqui a pensar é melhor que eu registre em poucas palavras que correr não é vantagem quando não se sabe aonde quer chegar.


P;

eufemismo conflitante.

É  muito desejar o que não quero?

terça-feira, 12 de julho de 2011

16:31


Assim será para a tua alma o conhecimento da sabedoria; se a achares,
haverá galardão para ti e não será cortada a tua esperança.
Provérbios 24:14

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Tragédia real.


Autor:  Desconhecido

- Mamãe, Papai, estou finalmente voltando para casa. - Disse Sean aos seus pais por telefone.
- Graças a Deus meu filho! Acabaram as nossas preocupações. Estamos morrendo de saudades!
- Mas antes quero pedir um favor a vocês. - Disse o jovem herói. - Tenho um amigo que eu gostaria de levar junto comigo.
- Claro! Nós adoraríamos conhecê-lo!
- Mas há algo que vocês precisam saber antes. - Continuou o filho. - Ele foi terrivelmente ferido em combate. Pisou numa mina e perdeu um braço e uma perna. Pior ainda é que ele não tem nenhum outro lugar para morar.
- Sinto muito em ouvir isso filho! Talvez possamos ajudá-lo a encontrar algum lugar onde morar!
- Não é bem assim mamãe. Eu quero que ele fique morando em nossa casa.
- Mas meu filho, você não sabe o que está pedindo? - Objetou o pai.
- Alguém com tanta dificuldade seria um fardo para nós. - Reforçou a mãe do soldado. - Temos nossas próprias vidas e não queremos que algo assim interfira em nosso modo de viver. Acho que você poderia voltar para casa e esquecer esse rapaz. Ele encontrará uma maneira de viver por si mesmo.
Nesse momento o filho desligou o telefone e nunca mais falou com os pais que, alguns dias depois receberam um telefonema da polícia, informando que o filho havia morrido ao cair de um prédio, e não foi descartada a hipótese de suicídio.
Os pais, angustiados, se dirigiram para a cidade onde ocorreu a tragédia, e foram levados para o necrotério onde, pasmados, identificaram o corpo do filho que faltava uma perna e um braço.
- - - - - -

Às vezes nos acontece coisa semelhante e nem percebemos.
Quantas vezes empregamos predicados negativos a alguém que poderia se tornar nosso grande e verdadeiro amigo?
Quantas vezes desmotivamos alguém com comentários desnecessários e impensados ?

Boa semana.

Lembrança

A lembrança  é uma saudade em pensamento.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

19:51

Nesse comunicar de poucas letras indo e vindo é que a gente se encontra.
O silêncio se faz presente e ocupa o lugar do ausente.
Então quem sabe daqui alguns dias eu possa te falar;
De mim, sobre a gente. 

Art




ABLO PICASSO
Faunes et chèvres, 1959
Linocut in eight colors in ten parts on five linoblocks
Plate: 20.13/16 x 25 1/8 inches (52.8 x 63.8 cm)
AP 1/20, pulled on Arches vellum by Arnéra (published ed. of 50)
(Edition Galerie Louise Leiris, 1960)
Baer no. 1263 Bh2β
Bloch no. 934


http://www.gagosian.com/exhibitions/2010-01-28_pablo-picasso/#/images/1/

sabe quando...

o silêncio te faz bem.

Me sinto assim hoje.


quarta-feira, 6 de julho de 2011

7%



Escrito por Regina Brett, 90 anos de idade, que assina uma coluna no The 
Plain Dealer, Cleveland, Ohio 

"Para celebrar o meu envelhecimento, certo dia eu escrevi as 45 lições que 
a vida me ensinou. É a coluna mais solicitada que eu já escrevi." 

Meu hodômetro passou dos 90 em agosto, portanto aqui vai a coluna mais 
uma vez: 

1. A vida não é justa, mas ainda é boa. 

2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno . 

3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém. 

4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. 
Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato. 

5. Pague mensalmente seus cartões de crédito. 

6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar. 

7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho. 

8. É bom ficar bravo com Deus. Ele pode suportar isso. 

9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário. 

10. Quanto a chocolate, é inútil resistir. 

11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente. 

12.. É bom deixar suas crianças verem que você chora. 

13. Não compare sua vida com a dos outros. 
Você não tem idéia do que é a jornada deles. 

14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar 
nele. 

15. Tudo pode mudar num piscar de olhos. Mas não se preocupe; Deus nunca 
pisca. 

16. Respire fundo. Isso acalma a mente.. 

17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre. 

18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte. 

19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. 
Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais. 

20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como 
resposta. 

21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde 
isto para uma ocasião especial. Hoje é especial. 

22... Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo. 

23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo. 

24. O órgão sexual mais importante é o cérebro. 

25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.. 

26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras: 
'Em cinco anos, isto importará?' 

27. Sempre escolha a vida. 

28. Perdoe tudo de todo mundo. 

29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta. 

30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.. 

31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará. 

32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso. 

33. Acredite em milagres. 

34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que 
você fez ou não fez. 

35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora. 


36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem. 

37. Suas crianças têm apenas uma infância. 

38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou. 

39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os 
lugares. 

40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos 
todos 
os dos outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de 
volta. 

41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa.. 

42. O melhor ainda está por vir. 

43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça. 

44. Produza! 

45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente. 

Estima-se que 93% não vão ler isso até o final.

Se você for um dos 7% que  leu,  talvez possa compartilhar isso com alguém.

14;23


 
Em todo trabalho há proveito,
mas ficar só em palavras leva à pobreza.
Provérbios 14:23
 


segunda-feira, 4 de julho de 2011

Como você quer ser lembrado?

Autor:  Por Peter Drucker, em Managing the Non-profit Organization - 1990


Quando eu tinha 13 anos, tive um professor inspirador. Certa vez, ele dirigiu-se aos alunos da sala, perguntando a cada um: "Como você quer ser lembrado?"
 
Nenhum de nós, é claro, tinha a resposta. Então, ele sorriu e disse: "Não esperava mesmo que vocês tivessem a resposta. Mas se vocês ainda não puderem responder essa pergunta quando estiverem próximos dos seus cinqüenta anos de idade, terão desperdiçado suas vidas."
 
A turma se formou e muito tempo se passou. No 60º encontro desse grupo de ex-colegiais, muitos de nós ainda estavam vivos, porém não mantinham contato desde a formatura, de forma que o bate-papo, no início, estava um pouco artificial. Finalmente, um de nós perguntou aos demais: "Vocês se lembram do professor Pfliegler e aquela pergunta que ele fez?"
 
Todos nós lembramos. E cada um de nós disse que aquela pergunta tinha feito toda a diferença, ainda que não a compreendíamos quando já estávamos "na casa dos quarenta". Com 25 anos de idade, alguns começaram a tentar responder a pergunta, mas no geral, as respostas eram tolas.
 
Joseph Schumpeter, um dos grandes economistas do século XX, disse aos 25 anos de idade que ele queria ser lembrado como o melhor cavaleiro da Europa, o maior amante da Europa e o maior economista. Por volta dos 60 anos de idade, pouco antes de morrer, essa pergunta foi feita a ele novamente. Ele não mais citou nem hipismo nem mulheres. Disse que queria ser lembrado como o homem que avisou o mundo antecipadamente dos perigos da inflação. E é por isso que ele é, de fato, lembrado - por algo que vale a pena ser. Essa pergunta mudou sua vida, ainda que, quando ele tinha vinte e cinco anos de idade, sua resposta tenha sido tola, típica de um jovem com essa idade.
 
Estou sempre me perguntando: como eu quero ser lembrado? Trata-se de uma pergunta que nos induz a nos renovarmos, porque nos força a nos vermos como pessoas que podemos ser um dia. Se você é afortunado, alguém com autoridade moral fará essa pergunta cedo o suficiente, de tal forma que você irá fazê-la a si mesmo pelo resto da vida.
- - - - - -

Ótima Semana.